Uma comissão de secretários da Prefeitura de Belford Roxo visitou as ruínas do acervo arquitetônico da Fazenda do Brejo, uma construção de 1815, localizada  atrás da Faculdade Uniabeu, no centro da cidade. Eles foram fazer um reconhecimento da atual situação do patrimônio, parte da história cultural do município. O objetivo principal é a organização da primeira audiência pública sobre a revitalização de todo o complexo de arquitetura, marcada para acontecer no próximo dia 30, na Casa de Cultura, no bairro Piam.
“É uma área de muito potencial”, disse o secretário municipal de Meio Ambiente, Flávio Gonçalves. Segundo ele, a história do município começou por lá, com registros da passagem da Família Imperial. “Um aglomerado de bem estar, que reúne saúde, meio ambiente, lazer, cultura, história e turismo, que não pode ser perder em ruínas. Por determinação do prefeito Waguinho (Wagner Carneiro) nos reunimos para fazer a visita”, afirma o secretário.
Cercada de uma densa área verde com flora e fauna predominantes, a Fazenda do Brejo sobrevive das lembranças de suas histórias. Durante a visita, a comissão encontrou apenas restos de uma arquitetura erguida em séculos passados. “Vamos reunir, na audiência pública, representantes de vários segmentos sociais, culturais da cidade para discutirmos a elaboração de um projeto de revitalização da fazenda. É importante a participação de todos”, avisa do secretário de Cultura, Bruno Nunes.
Participaram da comissão de visita os secretários: Flávio Gonçalves (Meio Ambiente), Algacir Moulin (Articulação Política), Marcelo de Jesus (Adjunto de Articulação Política), André Rocha (Comunicação Social), Gilson de Souza (Vigilância Sanitária), Marcio Moto (Articulação Comunitária), Geraldo Dordan (Executivo de Articulação Comunitária), Bruno Paes Leme (Obras), Bruno Nunes (Cultura) e Igo Menezes (Ouvidoria).

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: