Alunos do 1º ao 9º ano, do Ensino Fundamental da Prefeitura de Belford Roxo, terão carteira de identidade e CPF. A medida que faz parte do projeto Protegendo o Futuro, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, Ministério Público (MP), Detran e Receita Federal, tem um caráter diferenciado na sua execução na cidade. Seu objetivo é prevenir desaparecimento de crianças e adolescentes. Segundo informações da Coordenadoria do Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos do MP (Plid), dos 500 menores que desaparecem mensalmente no Estado do Rio de Janeiro, 140 são do município. “Belford Roxo é a primeira cidade do país a oferecer identificação biométrica para menores como forma preventiva de segurança”, assegura o promotor André Luiz de Souza Cruz, coordenador do Plid.

O projeto visa atender 20 escolas no próximo ano. “Mas, nossa meta é atingir todas as unidades das redes municipais até os próximos três anos e estender o benefício aos alunos de escolas particulares. O projeto surgiu através de uma grande necessidade, e com certeza é um trabalho de várias mãos. Estamos nos prevenindo!”, disse a Secretária Executiva da Semasc, Alessandra Batista da Silva.

A estatística do MP deixou a secretária municipal de Assistência Social, primeira-dama, Daniela Carneiro preocupada. “Tínhamos que fazer alguma coisa. Fiquei assustada com os números. Conversei com Alessandra e a minha equipe e vimos a possibilidade de desenvolver o projeto na cidade. Hoje estou muito feliz com toda a parceria e, principalmente, por estar contribuindo para diminuir ou acabar com esta estatística, de uma maneira cidadã, protetora e preventiva”, declarou Daniela Carneiro.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: