O prefeito de Belford Roxo, Wagner Carneiro, o Waguinho, e a primeira-dama e secretária municipal de Assistência Social, Daniela Carneiro, se reuniram com professores e funcionário do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), no bairro São Bernardo. Durante o encontro foi debatida a situação da entidade, cujo terreno foi desapropriado pela Prefeitura há cerca de sete anos, mas o proprietário da área alega que o valor recebido é inferior ao de mercado. O caso está sendo decidido na Justiça. O IFRJ tem cerca de 350 alunos em diversos cursos como moda e gestão de vendas, por exemplo. Waguinho, que estava acompanhado pelo subprocurador Leandro Canelas e do secretário executivo de seu Gabinete, Daniel Silva de Lima, o Danielzinho, explicou que a área – de cerca de nove mil metros quadrados – fora desapropriada pelo então prefeito Alcides Rolim pelo valor de R$ 800 mil. Porém, o proprietário alegou depois na Justiça que a área vale R$ 10 milhões. Com o impasse, o IFRJ não pode fazer nenhuma obra no local. “O objetivo da Prefeitura é se reunir com o dono do terreno e a direção do IFRJ para resolvermos este problema. Quero muito que esta escola funcione a pleno vapor para que possamos ter excelentes profissionais formados aqui”, finalizou o prefeito. Daniela Carneiro frisou que é fundamental resolver logo a questão jurídica para que o IFRJ tenha condições de fazer obras e amplie seu atendimento, beneficiando assim milhares de jovens. “Torço para que tudo se resolva e o impasse termine. Acredito que a Educação é a maior herança que podemos deixar para nossos filhos e toda a população”, disse. Diretor do IFRJ de Belford Roxo, Fábio Silva revelou que com o impasse jurídico, as obras estão embargadas e não há previsão de aumento do número de alunos. “Em pleno funcionamento poderemos atender cerca de 1.400 estudantes, formando uma boa mão-de-obra para a cidade. O prefeito e a secretária Daniela Carneiro mostraram-se dispostos a resolver a questão e vamos aguardar com esperança que o resultado seja o melhor possível e que o IFRJ possa funcionar com toda sua capacidade”, comentou.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: